Arquivos mensais: setembro 2005

de acordo com as palavras de um sábio ribeirãopretense

queridos leitores, eis me de volta de doze dias de muito trabalho em ribeirão preto. saí de bh às pressas para trabalhar na feira de livros que estava rolando lá. vender livros. o hábito do cachimbo faz a boca torta, dizia o meu pai. colocados os pensamentos em dia, ansiedade jogada fora, agora é descer do paraquedas e ficar com as palavras de um sábio ribeirãopretense:
“não adianta vanguarda sem retaguarda”. e que a volta seja redonda.

no ar: a rádio ufmg educativa 104,5 FM

já está no ar a rádio ufmg educativa. freqüência 104,5 FM, para belo horizonte e contagem. a rádio conta com a promissora coordenação de elias santos e já tem uma programação interessante, que inclui boa música (não a que está nos jabás da vida) e informação qualificada, dando visibilidade à produção da ufmg. o sonho de uma rádio como esta vem sendo alimentado há 3 décadas na ufmg e chega em boa hora, já que cada vez mais a universidade se afasta da comunidade e que o sistema de comunicação no país cada vez mais se mostra tendencioso e panfletário em favor das elites monopolizadoras do poder. eugênio bucci, presidente da radiobrás, comenta:

“Na democracia, a comunicação tem a função de abastecer o cidadão com informação de qualidade a que ele tem direito, além de fomentar a participação crítica”

eugênio bucci acredita que a abertura da rádio ufmg educativa é fruto de uma mudança de mentalidade da comunicação pública do país. acho que ele tem razão.

para ouvir a rádio pela internet ou escolher aquele programa que mais te interessa, visite o site www.ufmg.br/online/radio


o tao não é o tal

todo mundo toma o belo como belo
e nisto é que se encontra sua fealdade.
todo mundo toma o bem como bem
e nisto é que se encontra seu mal.

pois o ser e o nada se engendram mutuamente.
o fácil e o difícil se completam.
o curto e o comprido se formam um pelo outro.
o alto e o baixo se tocam.

a voz e o som se harmonizam.
sucedem-se o antes e o depois.
eis por que o santo adota
a tática de não agir
e pratica seu ensinamento sem palavras.

todas as coisas do mundo aparecem
sem que seja ele seu autor.
produz sem tomar para si
age sem esperar coisa nenhuma

e não se prende à sua obra
quando sua obra está completa.
e porque ele não se prende
a obra ficará.

é do lao tsé, como não poderia deixar de tser…

programação da zip


Programa

SEG 5

De 10h às 22h (CCUFMG):
Mostra Palavras a olhos vendo (e ouvindo)

Videopoemas, áudio-poemas e obras gráfico-visuais de Amarildo Anzolin, André Vallias, Antônio Sérgio Moreira, Beatriz de Almeida Magalhães, Bruno Brum, Guilherme Mansur, Ivana Martinez Vollaro, João Bandeira, Lilian Zaremba, Marcelo Sahea, Marcus Nascimento, Reginaldo Gontijo, Ricardo Aleixo, Ricardo Corona, Roland de Azeredo Campos, Sérgio Fantini, Solymar Cunha, Teresa Labarrère e Wilson de Avellar

De 18h às 22h (CCUFMG):

Feira de Inutensílios (espaço para comercialização de livros, revistas, CDs, camisetas e outros produtos ligados à poesia e à arte em geral)

19h (CCUFMG):
Instalação corpográfica Um caminho, com o bailarino Rui Moreira

19h30 (CCUFMG):

Mesa redonda Belo Horizonte: Zona de Invenção Poesia &

Debatedores: Fabrício Fernandino (escultor e diretor de Ação Cultural da UFMG), Gil Amâncio (músico e ator), Sônia Queiroz (poeta e ensaísta) e Camila de Castro Diniz Ferreira (editora do Suplemento Literário de Minas Gerais), com mediação de Ricardo Aleixo (curador da BHZIP)

21h
Performance Cage & Ono ou John & Yoko, da poeta Ana Caetano, em homenagem ao músico-poeta-pensador norte-americano John Cage (5/9/1912-12/8/1992)

TER 6

De 10h às 22h (CCUFMG):
Feira de Inutensílios

De 10h às 22h (CCUFMG):
Mostra Palavras a olhos vendo (e ouvindo)

15h (LACESJK)
Mostra Comentada de Videopoemas
Francisco de Paula e videopoetas convidados

18h (CCUFMG):
Mesa redonda Poéticas ex-cêntricas

Debatedores: Maria Esther Maciel (poeta e ensaísta), Francisco Kaq (poeta e ensaísta, Fabrício Marques (poeta e ensaísta) e Flávio Boaventura (poeta e ensaísta), com mediação de Helton Gonçalves de Souza (poeta e ensaísta)

20h (CCUFMG):

Performances: Gláucia Machado, Vera Casa Nova e Wagner Moreira

QUA 7

De 10h às 22h (CCUFMG):
Feira de Inutensílios

De 10h às 22h (CCUFMG):
Mostra Palavras a olhos vendo (e ouvindo)

De 13h às 22h (CCUFMG):

Maratona de Poesia &
Com Alexandre Cappai, Ana Gusmão, Babilak Bah, Benedikt Wiertz, Benjamim Abras, Bruno Brum e Renato Negrão, Chacal, Fabrício Marques, Flávio Boaventura, Chico de Paula e Paulo Thomaz, Francisco Kaq, Waldemar Euzébio, Solymar Cunha, Ricardo Aleixo, Sérgio Fantini, Sônia Queiroz, PexBaa, Makely Ka, Gil Amâncio e Renegado, Poesia Hoje, Kiko Ferreira e João Bandeira

18h (CCUFMG):

Mesa redonda
Mercado e contramercado de arte

Debatedores: Sebastião Nunes (escritor e editor), Makely Ka (poeta e músico), Chico de Paula (videomaker) e João Bandeira (poeta e artista visual), com mediação de Maria Antonieta Pereira (ensaísta e professora de literatura)

QUI 8

De 10h às 22h (CCUFMG):
Feira de Inutensílios

De 10h às 22h (CCUFMG):
Mostra Palavras a olhos vendo (e ouvindo)

19h (LACESJK):
Leitura, pela atriz Letícia Castilho, de fragmentos do livro Somos Todos Assassinos, de Sebastião Nunes, seguida de apresentação do grupo vocal Dikanza, formado por integrantes da comunidade angolana de Belo Horizonte

20h (CCUFMG):

Performances Sábado da Carne, com a atriz Ana Gusmão (acompanhada, ao teclado, pelo compositor Gilberto Mauro)

SEX 9
De 10h às 22h (CCUFMG):
Feira de Inutensílios

De 10h às 22h (CCUFMG):
Mostra Palavras a olhos vendo (e ouvindo)

19h (LACESJK):
Papo-performance com o poeta Chacal e show Torquato Total, com a cantora Patrícia Ahmaral

21h (CCUFMG):
Maratona de Poesia &
Com Marcelo Dolabela, Kristoff Silva e DJ Rato

Locais:

Centro Cultural UFMG (CCUFMG):
Av. Santos Dumont, 174
(31)3238-1078

LACES/JK – SESC/MG:
Rua dos Caetés, 603

TODAS AS ATIVIDADES TÊM ENTRADA FRANCA

protesto contra a falta de memória urbana


imagem colhida no psychojoanes

local: ao lado do shopping da fé (ou supermercado da ilusão, ou elefante branco da olegário maciel, ou…)
data: 1º de setembro de 2005, quinta-feira, às 19 horas

*por favor, é interessante que cada pessoa vista roupas negras e leve vela(s) para que exista um impacto maior no ato simbólico.

(só agora fiquei sabendo, através do blogue do bruno brum. estou indignado! morava ali perto e sempre admirava os casarões.)