Arquivos mensais: agosto 2006

cordel do fogo encantado, joão cabral de melo neto e os bonecos

“o amor comeu meu nome, minha identidade, meu retrato. o amor comeu minha certidão de idade, minha genealogia, meu endereço. o amor comeu meus cartões de visita. o amor veio e comeu todos os papéis onde eu escrevera meu nome.

joão cabral de melo neto

no último sábado, na praça da estação, a coisa ficou bonita. eu e a patrícia fomos ver o sesi bonecos do brasil. nunca tínhamos visto um show do cordel do fogo encantado e fiquei impressionado. música de qualidade, muita gente bonita, muita dansa, muita poesia e muita alegria tudo junto no mesmo horário e no mesmo lugar.
só um comentário: joão cabral nunca podia imaginar que o poema dele seria falado por uma banda de rock’n roll, em plena praça da estação, pra uma platéia repleta de jovens e adolescentes. saravá lirinha!

o sábia no sertão,
quando canta me comove,
passa três meses cantando
e sem cantar passa nove
porque tem a obrigação
de só cantar quando chove

Bernard Shaw, o revolucionista

Um revolucionista é aquele que deseja descartar a ordem da existência social e tentar outra.

***
Auto-sacrifício
O auto-sacrifício habilita-nos a sacrificar outras pessoas sem a menor vergonha.

Se você começa a sacrificar-se por aqueles que ama, acaba odiando aqueles por quem você se sacrificou.

***
Civilização
A civilização é uma doença produzida pela prática de construir sociedades com material podre.

Aqueles que admiram a civilização moderna costumam identificá-la com a máquina a vapor e o telégrafo elétrico.

Aqueles que entendem a máquina a vapor e o telégrafo elétrico gastam suas vidas tentando substituir-se por algo melhor.

A imaginação não pode conceber um criminoso mais vil que aquele que construiria outra Londres como a atual, nem um maior benfeitor que aquele que a destruiria.

***
Experiência
Os homens são sábios em proporção, não à sua experiência, mas à sua capacidade para a experiência.

Se pudéssemos aprender da mera experiência, as pedras de londres seriam mais sábias do que os mais sábios homens.

***
Razão
O homem racional adapta-se ao mundo: o irracional persiste tentando adaptar o mundo a si mesmo. Portanto, todo progresso depende do irracional.

O homem que ouve a razão, está perdido: a razão escraviza todos aqueles cuja mente não é forte o bastante para dominá-la.

revista roda nº2 – eparrei!

e eis que chega a revista roda número 2. lindona, como a primeira. gratas surpresas: presença de gente boníssima: antônio risério, benjamin abras, chacal, george cardoso, jackie kay, paulo leminski e virna teixeira. só pra começar a listas dos camarás.

a imagem da capa, é tirada de uma escultura de jorge dos anjos, que ficou exposta na praça da estação durante o mês de maio, como parte das atuações do fan – festival de arte negra de belo horizonte.
quem quiser saber mais sobre a revista, procure o jaguadarte, ou então, vá até a fundação municipal de cultura. (rua sapucaí, 571 – ed. chagas dória, bhmg. tel.: 3277 4621)

música fora de foco

começa hoje e vai até o dia 20 de agosto, na fundação de educação artística o projeto “música fora de foco”. a mostra traz um grupo de 6 artistas ou grupos que oferecem de diferentes maneiras, sua forma de renovar a linguagem musical.

veja a programação (sempre às 20h30):

terça-feira, dia 15: felipe amorim
quarta-feira, dia 16: o grivo
quinta-feira, dia 17: paulo álvares
sexta-feira, dia 18: tato taborda e alexandre fenerich
sábado, dia 19: chelpa ferro
domingo, dia 20: pex baa

a fundação de educação artística fica na rua gonçalves dias, 320 – funcionários (quase esquina com avenida getúlio vargas)