Arquivos mensais: setembro 2010

Seu nome – Fabrício Corsaletti

Ouvir o Fabrício Corsaletti falar seus poemas na Casa das Rosas dia desses foi uma das gratas surpresas com poesia em São Paulo. Perguntado sobre os poetas contemporâneos que ele mais admira, falou de Angélica Freitas para quem escreveu “Pobre Angélica Freitas”. É muito bom ver esse ar de despretensão numa poesia tão densa. Fico feliz que seus livros estejam saindo hoje por uma grande editora, a Cia das Letras.

A vertigem – Patela cia teatro & dança

Nos dias 24, 25 e 26 de setembro estréia em Belo Horizonte o espetáculo A vertigem, com o grupo Patela. Inspirado na vida de Fedon, príncipe insigne, escravo, bailarino de prostíbulos da Grécia antiga, discípulo de Sócrates. Sua trajetória é marcada pela dor e pelo amor, elementos básicos de sua filosofia. Personagem que deu título a uma obra de Platão, cuja vida guarda mistérios até mesmo sobre sua real existência.

A vertigem traz à cena Robson Vieira, que interpreta o papel de Fédon. A dramaturgia é de Patrícia Mc Quade em colaboração com o grupo e a direção é de Claudio Márcio.

O espetáculo começa às 20h, no Espaço Ambiente, na rua Grão Pará, 185 – Santa Efigênia, atrás do Lapa Multishow. Na sexta-feira terá um bate-papo após a sessão. No sábado e no domingo, a peça será exibida a preços populares.

Londrix 2010

Começa na próxima terça-feira, dia 21 de setembro o Londrix 2010 – Festival Literário de Londrina. Seis dias de intensa programação. Poetas, escritores, música, feira de livros, lançamentos, debates, oficinas, palestras e a presença de muitos  amigos. Quem estiver passando por lá, não devia perder.

Pra saber mais, é no site:
www.festivalliterariodelondrina.com

Mercado editorial, mundo de incertezas

Recém chegado a São Paulo, tenho olhado com avidez para o mercado editorial. Talvez tenha sido essa a maior surpresa minha ao chegar a esta cidade. A constatação de que de fato “existe” um mercado editorial, capaz de girar a roda, gerar empregos, atrair recursos. As estatísticas variam, mas é verdade que a cidade de São Paulo é responsável pela produção e o consumo da imensa maior fatia do que se produz editorialmente no Brasil. Enquanto uma cidade como Belo Horizonte ainda engatinha, com suas quatro ou cinco editoras pequenas, boa parte delas só publicando com recursos do Estado (via leis de incentivo), existe aqui uma intensa atividade empresarial com visão de futuro e desejos de inserção num mercado que, bem ou mal, acaba produzindo rios de dinheiro. Trabalhando primeiro numa pequena editora e, atualmente, numa distribuidora de livros e muitas vezes fazendo trabalhos free-lance, convivendo com designers gráficos, editores, escritores, não desistindo em nenhum instante dos meus projetos pessoais, ainda que sem editor (tenho na minha gaveta traduções, poesia, ensaios, projetos mil), tenho tido uma visão privilegiada do assunto. Todos os dias no metrô, vejo diversos leitores ávidos. Leitores que lêem em pé, sem segurar em nada, enquanto as pessoas se acotovelam. De uma ponta a outra da cadeia produtiva, vejo muita atividade. Livrarias cheias, animadas, algumas produtoras de elegantes revistas informativas.
Mas antes que o leitor pense que esta é uma nota otimista, parto logo para as nuances. Continue lendo Mercado editorial, mundo de incertezas

Modelos vivos – Ricardo Aleixo

O esperadíssimo Modelos vivos, novo e recheado livro de poemas de Ricardo Aleixo, já se encontra disponível.  Chegou até aqui com um time de especialíssimo de amigos: o próprio Ricardo pilota a lírica, claro. No projeto gráfico, o camarada Bruno Brum. E o editor, Oséias Silas Ferraz, da editora Crisálida. Uma beleza.

O lançamento em Belo Horizonte será em duas etapas:

1) Dia 11 de setembro a partir das 11 horas no Café com Letras (Rua Antônio de Albuquerque, 781 – Savassi)

2) Dia 14 de setembro, às 19h30, também no Café com Letras. Ricardo Aleixo apresenta sua leitura-concerto Música para modelos vivos movidos a moedas e abre uma pequena exposição de poemas visuais de sua autoria.

Se eu estiver em BH, quem quiser me ver nos referidos horários, apareça lá. E tomara que role logo um lançamento em São Paulo. Quando houver, aviso.

Saiba mais no www.jaguadarte.blogspot.com