adeus césaire

hoje eu soube, triste e por uma coincidência, que o poeta martinicano aimé césaire faleceu anteontem, dia 17 de abril. confesso que a notícia me deixou especialmente triste. tenho lido e traduzido tanto os escritos dele que já chego a sentir que é um grande amigo. fazia parte dos meus planos ir a fort-de-france um dia desses e dar nele aquele abraço. lui rendre mes hommages. homenagens à sua longa vida de inteligência e generosidade.

o funeral de césaire acontecerá amanhã, ao final de três dias de cerimônias e celebrações a esse homem que considerava as palavras da poesia as suas “armas miraculosas”.

irmão espiritual de léopold sédar senghor, aimé césaire é autor de algumas dezenas de livros de poesia, teatro, ensaio. sua rebeldia e a intensidade da sua palavra, muito diferentes das de senghor, contagiaram diversas gerações de jovens nos dois lados do oceano atlântico.

césaire morre aos 94 anos. foi prefeito da sua cidade durante 56 anos. viveu a maior parte da sua vida no “pays natal”, onde fugia veementemente da mídia, e também onde recebia os homens mais importantes da frança e do mundo. pode-se dizer sem medo que o mundo hoje é diferente (e melhor) graças a esse senhor. citando um poema meu, césaire “morreu de tanto viver”. mesmo assim, fará falta.

Um comentário sobre “adeus césaire

  1. Por causa dele conheci hoje teu blog. Acho que seres de luz são assim. Para sempre vão ajudar a iluminar o mundo. Que bom que ele existiu.
    Então, viva Césaire!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *