aviso aos nautas

há poucos dias, escrevi aqui um texto chamado polemizar ou não polemizar. disse o que pensava, mas de repente, começo a receber certos comentários que me deixam com o pé atrás. como eu disse aquele dia: as pessoas confundem muito. por isso, quero deixar claro que:

1. não sou um pregador de verdades. tenho minhas opiniões. dou importância a algumas delas. não todas. gosto de me afirmar e assumir aquilo que faço. ficar em cima do muro não é a minha praia. mas fique claro que aqui não tem nenhuma verdade à venda.

2. embora a discussão tenha tido o seu começo no blogue da letícia féres, isso não quer dizer que discordo dela. pelo contrário. letícia é uma das pessoas mais criativas e ativas da minha geração, além de uma grande parceira. admiro muito a poesia dela, o humor que ela tem e a paixão com que propõe as coisas que faz. o texto “poesia e mercadoria“, me pôs para pensar. reconheci entre as frases dela, algo que eu tinha escrito aqui no salamalandro. respeito o que faço. achei que era um ato de lealdade, poder escrever o que penso ao meu bel prazer.

3. acredito na força transmutadora de algumas polêmicas. se bem que, na verdade, pensar que o meu prolixo texto causaria alguma polêmica me pareceu quase uma piada, pois não falo nada de polêmico ali. mas eu sei que as coisas não são tão pacíficas assim. propor um diálogo com os escritos dela é para mim uma forma de dar continuidade a uma conversa inteligente. por isso, peço aos comentaristas que não abaixem o nível da conversa com vulgaridades e ataques pessoais.

4. já que é pra citar leminski:

a quem me queima
e queimando reina, valha essa teima:
um dia melhor me queira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *