eis-me aqui de volta

o coração fervendo
a cabeça partida
as pernas não bastando
os braços ainda curtos demais

mas um dia quem sabe
um dia

Um comentário sobre “eis-me aqui de volta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *