Iê iê iê do Arnaldo Antunes

Iê Iê Iê

O disco é do caralho! O título já de cara avisa que aí vem homenagem. Não, não é aos beatles. São os ieieiê daqui: Roberto e Erasmo Carlos e toda a turma da jovem guarda. Umas leves pitadas de Cauby Peixoto disfarçadas entre os gritos do cantor. Mas não é um revival dos anos doirados.

Os ritmos têm aquele gostinho de rock romântico e sonhador dos anos oitenta. Aqueles mesmos anos que a gente passava ouvindo Titãs Cabeça Dinossauro Sonífera ilha. Quem cresceu nos anos oitenta põe o dedo aqui. Lembra daquela batida de rock quadradona, aquele rock para ousados cabeludos de cabelo repicado? E aquelas músicas de dançar a dois que a gente chamava de “música lenta”. Esperávamos ansiosos pelo Rock’n Rio, não podia aparecer mulher pelada na televisão, palavrão era censurado até no meio da rua e acreditávamos em tudo o que dizia o Forastieri na revista Bizz.

Felizmente, hoje só quem for bobo se guia por revistinhas de showbizz. O mundo está todo disponível para o nosso gozo que pode ser aqui agora, basta dar um clique. E já não existe mais o showbizz. Tudo é vida. Tudo respira e pira. Milhões de discos, palavrões, dores de cotovelo e mulheres peladas são gravados, fotografados e lançados na rede a cada minuto. Sempre para o nosso gozo. Isso, é claro, sem deixar o mundo que sempre existiu. E é deste mundo que o Iê iê iê fala.

onde é que eu fui parar
aonde é esse aqui
não dá mais pra voltar
porque eu fiquei tão longe

onde é esse lugar
aonde está você
não pega celular
e a terra está tão longe

(da música “Longe”)

2 comentários sobre “Iê iê iê do Arnaldo Antunes

  1. AAAAddddoooorrreiiiii ……. !!!!!!
    Já gostei deste disco sem nem escutar,cresci nos anos oitenta e adorava dançar musica lenta.Parece que estavamos até adivinhando que você falaria disso, lembra a ultima vez que nos encontramos, você me disse que ficava envergonhado na hora de chamar as meninas para dançar .Adoro relembrar este tempo, que eu era feliz e não sabia, rsrsrsrs……
    Beijão meu anjo, saudades…..
    Jack.

  2. isso mesmo, Jack.
    só não sei se posso dizer q eu era feliz.
    e também não digo que eu não sabia.
    gosto mais do hoje do que do ontem.
    acho que no disco isso fica maravilhoso.
    se não tiver, depois eu te passo.

    abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *