Oxumenina – Letra e música

Algumas pessoas que passam por aqui já estão sabendo: minhas relações com a música têm dado novas dimensões à minha criatividade (esta é também uma das razões de um certo sumiço momentâneo). A participação na performance CorpoTambor, do Benjamin Abras me trouxe de volta o violão. Em seguida, algumas composições furtivas. Como por exemplo a que fiz para o poema Oxumenina, do meu amigo poeta-jornalista-antropólogo-músico George Cardoso. Uma madrugada de insônia, rodeado de arpejos, escalas e partituras, resultou na música cuja letra eu deixarei aqui, só para começar. Aguardem novas novidades quem gostar de.

Oxumenina
(Leo Gonçalves – George Cardoso)

Oxumenina
Dança na minha cabeça
Dança na minha saudade
Batá batuca pra tua beleza
Batá batuca pra tua beleza

Ô flor nupê
Põe teus sorrisos nos meus
Nas águas dos olhos meus
Ayabá do meu viver
Ayabá do meu viver

Oxumenina
Canto pra ser teu obá
Sonho é poder te tocar
Oraieie ô teu prazer
Oraieie ô teu prazer

4 comentários sobre “Oxumenina – Letra e música

  1. Estoy deseando escuchar esa canción. Ya sabes que comparto tus alegrías y, de manera especial, esta nueva pincelada de tu creatividad convertida en música. Um beijo, MJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *