ptm (política tradicional mineira) ou para que serve manter a imagem da tradição?


o jornal estábulo de minas, o grande curral dos mineiros, publicou hoje, domingo, no seu editorial (estampado na primeira página) uma imensa nota repudiando a constante presença de minas gerais entre as listas do marcos valério e no escândalo nacional. eles querem fazer a gente acreditar que a velha tradição política mineira é a grande maravilha do brasil. fazem uma lista que inclui o bias fortes, o antônio carlos e mais uma corja de fedaputas que sacanearam o brasil durante muitos anos achando que isso é alguma vantagem.

esqueceram de falar que foi por causa da imprudência do magalhães pinto (governador de minas gerais) que a ditadura militar começou. aliás, falaram em um político supertradicional: o aureliano chaves (era o vice do general figueiredo). então, eu fico aqui pensando cá com os meus botões como que o famoso ptm é, na verdade, um jeito de camuflar toda a corrupção de que esses caras são capazes.

samba é sempre a mesma história, já dizia o macalé.

aí vai uma pequena lista dos mineiros que estão sendo investigados pela cpi dos correios e que a mídia não diz nada a respeito. (quem quiser, me escreva para maiores detalhes).

paulo menicucci (psdb),
pimenta da veiga (psdb),
cristiano paiva neves (psdb),
josé luiz alves (psdb),
cantídio cotta de figueiredo (ptb),
nestor francisco de oliveira (pfl),
ademir lucas (ex-prefeito de contagem, psdb)

a lista é longa. com tudo isso, dá pra notar que a mídia brasileira se tornou um grande panfleto anti-pt. por que ninguém fala nesses caras, só em pt?

eu, que sou desconfiado, fico achando que tem ainda algum coelho escondido nessa cartola. e é contra a mídia.

Um comentário sobre “ptm (política tradicional mineira) ou para que serve manter a imagem da tradição?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *