Arquivo da tag: palavra inquieta

OFF FLIP 2012

A partir de quarta-feira, dia 04 de julho, acontece, a Flip – Festa Literária de Paraty. Para quem ainda não notou (duvido!) este é o evento literário mais glamouroso do Brasil, repleto de muitos focos e fogos, muita matéria nos melhores jornais do país, ingressos a preços exorbitantes. Nada mais nada menos, ultrapassou as Bienais no quesito expectativa do público e lançou uma moda de flaps, flups, flops nos quatro cantos do país.

Nada mais nada menos. Contradições que contradizem as próprias contradições, disso é feita a vida. Vejam bem o que eu disse: o mais glamouroso, não o melhor em que já estive presente. Se quiserem saber qual foi, muito fácil: a BHZIP, que rolou em Belo Horizonte em 1998. Mas antes que a conversa descambe para o delírio total e você, leitor, perca o rumo, volto ao ponto.

De 04 a 08 de julho acontece em Paraty a melhor festa literária para quem estiver por lá de corpo presente: a Off Flip. Enquanto respira os eflúvios da Flip, você pode curtir um clima de muita poesia e encontros com pessoas realmente interessadas em literatura. Bate-papos, mesas-redondas, saraus e baladas pela cidade afora. Na cidade cujo nome já foi sinônimo de cachaça, haverá muito o que fazer (e beber) durante a semana.

***

Quanto a mim, estarei por lá a convite do Clube de Autores com quem já tenho uma parceria frutífera há pouco mais de um ano. A programação deste Salamalandro que vos fala, estará intensa. Deixo a deixa aqui para vocês, tomem nota:

Dia 05, das 10 às 15h na Casa do Clube de Autores (Rua do Comércio, 149 – Centro Histórico):
Oficina de Poesia Falada
A proposta desta oficina que darei é pensar a fala como um suporte para o poema, encontrando na sua própria estrutura, a partitura para a sua recitação. Os participantes devem levar, até 3 textos (de preferência de autoria própria) caneta, papel. Caso tenham outros instrumentos, tragam também, serão benvindos. Haverá um único encontro e os resultados serão apresentados no sábado às 18h, como parte da programação da Mostra de Poesia Contemporânea.

6 de julho, 18h às 20h no Camoka Botequim (Praça da Bandeira, próximo ao cais, no Centro Histórico)
Lançamento de livros da Editora Patuá
Com os autores Juliana Bernardo, Barbara Leite, Polyana de Almeida Ramos, Vlado Lima, Cesar Veneziani, Elisa Andrade Buzzo, Eduardo Lacerda, Charles Marlon, Reynaldo Bessa, Flavio Aquistapace. Mediação de Leo Gonçalves.

Sábado, 7 de julho às 10h da manhã no Silo Cultural (Rua Dr. Samuel Costa, 12, em frente à Casa da Cultura, Centro Histórico)
Mesa Literatura Afro Brasileira
A Mesa reunirá lideranças quilombolas, escritores, pesquisadores e ilustradores da Escrita Fina Edições em torno do tema da fusão cultural entre África e Brasil – as contribuições, questões e sincretismos decorrentes dessa miscigenação e a literatura produzida a partir disso. André Côrtes- livros Vozes D’África, O Navio Negreiro (autor das aquarelas de abertura da série de TV Ó pai, ó!), Luciana Grether Carvalho – livro Vida que Voa / Bonecas Abayomi, Leo Gonçalves e Maria Clara Cavalcanti – livros Quibungo e O Terrível Guerreiro – Contos Populares Africanos. Mediação: Ronaldo Santos – Liderança do Quilombo do Campinho.

(Nesta mesa falarei rapidamente sobre os programas centrais da do movimento literário da Negritude, a passagem de Aimé Césaire pelo Brasil e a tradução do poema “Batuque” feita por Carlos Drummond de Andrade em 1963.)

7 de julho, 22h no Barril Pub Choperia (Rua Marechal Deodoro, 27, Centro Histórico)
Picareta Cultural (Fechando com chave de ouro)
Nem os maias, nem a mãe Dináh ou sequer o Paulo Coelho poderiam prever esta audácia: Picareta Cultural – edição especial 5 anos, na OFF FLIP 2012. Poesia, música e cachaça dão o ar da graça novamente. O sarau reúne o fino do fino: autores novos e consagrados, músicos e artistas de todas as partes. O time deste ano é formado pelos poetas Mano Melo, Cintia Luando & Palarvore, Caio Carmacho, Emerson Alcalde, Allan Dias Castro, Edson Moura, Tchello Melo, Felipe Cataldo, Flávio de Araújo, Felipe Rey, Letícia Simões, Leo Gonçalves, Valterlei Borges, Roberto Borati, Tomás Paoni, Matheus José Mineiro e Tiago Malta; a banda Lusofones e grande elenco. Acontece sábado à noite, dia 7 de julho, no Barril Pub Chopperia (ao lado do Sarau Bar e Restaurante), e a entrada é franca. Melhor do que isso, só dois disso. Evoé, picaretas!

***

Para saber mais informações  e pegar a programação completa é no www.offflip.paraty.com/offflip2012

Palavra Inquieta – Inquietudes

Inquieto com as vicissitudes do programa Palavra Inquieta, andei matutando muito antes de decidir o que fazer, como aproveitar melhor a estrutura e o espaço. Conversando com meu amigo Rodrigo Sliva Marins (a quem agradeço muito), cheguei à conclusão de que seria legal criar uma ferramenta nova, na qual fosse possível estar online em diálogo com os internautas, lançando sempre que possível matéria para cliques novos, um poema aqui, uma ideia ali. Pouco a pouco vou retirando a linearidade da coisa, dando algum movimento e matéria para dedos que, tanto quanto a palavra, não conseguem parar quietos sobre o mouse.

Queria também colocar as entrevistas num ambiente à parte. Foi por isso que criei o blog Palavra Inquieta e outros trictraques que vocês poderão ir explorando pouco a pouco, à medida que a coisa vai tomando forma. O leitor verá que ainda faltam diversas coisas. Há entrevistas que ainda não coloquei no ar (por razões técnicas, principalmente). Mas isso vai se arranjando. Work in progress.

A primeira experiência, que considero a entrevista-piloto, foi bem bacana. Conversei com o camarada Edson Cruz, poeta, blogueiro, e outras coisitas. Agradeço ao carinho da minha querida Ana, que cedeu o espaço para fazê-la.

Para acessar, palpitar, comentar, criticar, lastimar, o endereço é:

www.palavrainquieta.blogspot.com

Palavra Inquieta – Estrela Leminski

Hoje, quinta-feira, dia 11 de agosto às 17h30, bato um papo com a poeta, cantora, compositora Estrela Leminski. Estrela acaba de lançar seu segundo livro de poemas Poesia é não, pela editora Iluminuras. Também este ano, Estrela e seu companheiro Téo Ruiz, lançou mais um cd, Música de ruiz.  Para quem quiser assistir, o papo vai ser lá no canal do Clube de Autores: http://on.fb.me/eCtIrD, ao vivo pela Internet.

E para quem quiser saber mais sobre a Estrela, é no www.leminiskata.blogspot.com

Palavra Inquieta – Sérgio Vaz

Enquanto o programa Palavra Inquieta segue inquieto, remexendo nos pauzinhos aqui ali para dar a melhor forma, o melhor conteúdo e a melhor transmissão, vamos passando o evento desta semana para a quarta-feira. O motivo é especial: o entrevistado é o poeta Sérgio Vaz, da Cooperifa. Ele lança nesta semana, lá em Taboão da Serra, o seu livro Literatura, pão e poesia.

Iremos até o poeta fazer a entrevista, momentos antes do começo do sarau da Cooperifa. O bate-papo será às 18h e será transmitido ao vivo pela Internet. O link é: http://on.fb.me/eCtIrD

Fiquem atentos ao Salamalandro. Provavelmente deixarei uma telinha para quem quiser assistir aqui mesmo.

Mandem suas pergutnas. Para saber um pouco mais sobre o Sérgio Vaz:
www.colecionadordepedras1.blogspot.com

Lourenço Mutarelli no programa Palavra Inquieta

Foto: Tadeu-Jungle

Na próxima terça-feira, às 17h30, o programa Palavra Inquieta  traz o escritor e desenhista Lourenço Mutarelli. O bate-papo acontece num espaço novo. Interessados em participar ao vivo e a cores, me mandem um recado com o nome e o número do RG. O Palavra Inquieta terá transmissão ao vivo, via internet. Basta clicar no link: http://on.fb.me/eCtIrD

Lourenço Mutarelli vem se destacando como um escritor inventivo e visceral. Com suas narrativas econômicas, muitas vezes reduzidas apenas aos diálogos, obtém uma reinvenção da cena tão viva quanto as histórias em quadrinhos com as quais se notabilizou nos anos 1980. Tornou-se conhecido a partir do filme O cheiro do ralo, de Heitor Dhalia, baseado em seu livro homônimo (Editora Devir, 2002). É autor de: A arte de produzir efeito sem causa, Nada me faltará, Miguel e os demônios, pela Companhia das Letras. Protagonizou recentemente o filme O natimorto, dirigido por Paulo Machline e baseado em outro livro homônimo do Mutarelli que foi, além disto, adaptado para o teatro por Mário Bortolotto.

Para saber mais sobre ele, tem este site: www.devir.com.br/mutarelli

www.clubedeautores.com.br

Palavra Inquieta – Marcelino Freire

A notícia vai em cima da hora, mas ainda é tempo:

Hoje, às 18h30, entrevisto o escritor Marcelino Freire, que está às vésperas do lançamento do seu novo livro Amar é Crime pelo Selo Edith. A entrevista é mais um evento do programa Palavra Inquieta – Papo com Autores, uma iniciativa do Clube de Autores.

A partir de hoje, o programa ganha um espaço novo e quem estiver interessado em participar deve comentar este post. Enviarei uma resposta para mais detalhes.

Em tempo: ainda estamos trabalhando para disponibilizar a última conversa, que aconteceu na última quinta de junho com Luiz Roberto Guedes. E vamos no corre-corre!

Quem quiser acompanhar o bate-papo ao vivo pela internet, o link é: http://on.fb.me/eCtIrD

Palavra Inquieta – Papo com Autores – Luiz Roberto Guedes

O convidado desta semana no Palavra Inquieta – Papo com Autores é o meu amigo Luiz Roberto Guedes. Poeta, tradutor, contista, escreveu livros como Alguém para amar no fim de semana(editorial e, 2010), O mamaluco voador (Travessa dos Editores, 2005) e Calendário lunático – erotografia de Ana K (Ciência do Acidente, 2000). Traduziu também poetas como Phillip Larkin e José Kozer. Guedes não para por aí. Letrista, assina suas canções sob o pseudônimo Paulo Flexa. Também escreve literatura infanto-juvenil e esse é só o começo da lista.

O ex-poeta Sebastião Nunes compara seu O mamaluco voador, escrito inteiramente com a grafia portuguesa do século XVI, com o conto “Meu tio Iauaretê” de Guimarães Rosa. Guedes se diz um estreante tardio, tendo publicado seus primeiros livros a partir dos anos 1990, embora já escrevesse ativamente desde 1975, quando publicou o conto É a guerra, meu general na coleção Contos Jovens da editora Brasiliense.

Em abril deste ano, ele apareceu no programa Entrelinhas da TV Cultura, entrevistado pela também poeta Andréa del Fuego.

Quanto a mim, tive a chance de entrevistá-lo no Fliv, ao lado de Lourenço Muttarelli, também em abril de 2011. O programa Palavra Inquieta acontece na quinta-feira às 19h e terá transmissão ao vivo pela internet. Interessados podem enviar perguntas. Para acessá-lo, basta clicar no link: http://on.fb.me/eCtIrD

Palavra Inquieta – Papo com Autores é uma iniciativa do Clube de Autores. www.clubedeautores.com.br

Programa Palavra Inquieta essa semana

A notícia é que não haverá esta semana o programa Palavra Inquieta – Papo com Autores. O motivo principal é o feriado de Corpus Christi na próxima quinta-feira, dia 23. Aproveitaremos para fazer alguns ajustes necessários para melhorar a transmissão. Notícia boa: em julho teremos novidades. Além de irmos para a Flip, entre os dias 06 e 10 de julho, começaremos o programa num espaço novo.

Em breve, coloco mais detalhes aqui. Enquanto isso, você pode ver as primeiras 3 entrevistas no http://va.mu/5hM

Palavra Inquieta: Ademir Assunção

Na próxima quinta,  o Palavra Inquieta terá a presença de Ademir Assunção. Autor de livros inusitados como Adorável criatura Frankenstein e Máquina Peluda, é um dos poetas mais ativos na cena nacional. Foi um dos mais ardorosos defensores do Movimento Literatura Urgente, que mobilizou escritores de todo o país em 2004 e cujo manifesto continua ainda hoje gerando efeitos nas iniciativas privadas e públicas de incentivo à literatura. É um dos editores da Revista Coyote, foi curador da Ocupação Paulo Leminski no Itaú Cultural em 2009. Ademir trabalha, atualmente, em seu concerto Rebelião na Zona Fantasma, no qual fala seus poemas acompanhado de uma banda de rock’n roll. O Ademir mantém o blog Espelunca (www.zonabranca.blog.uol.com.br).

O programa Palavra Inquieta – Papo com Autores é uma realização do Clube de Autores, vai ao ar no dia 16 de junho às 19h e tem transmissão ao vivo pela internet. Para assistir, basta acessar o site: http://on.fb.me/eCtIrD.