Dois poemas de Thaís Guimarães

ABAIXO DO MERCADO DO PECADO
NÃO OLHE NÃO PENSE NÃO GRILE
DUAS QUADRAS ACIMA
NA RUA ARREPENDIDA
PEGUE ATALHO E NÃO RESPIRE
SUSPIRE SUSPIRE SUSPIRE

*

NOTURNA

A flor dos meus seios
Aguarda
A tua língua
O gosto da fala
Intraduzível
Em minha carne

do livro “Jogo de cintura”. Edições Dubolso, 1982


Thaís Guimarães é também autora de Reconstrução Adversa do Discurso Amoroso. Poesia. BH. Edições Gatinhos, 1983. Seu livro Bom Dia, Ana Maria. Poesia. Infantil. BH. Editora Vigília ganhou Prêmio Jabuti de Melhor Produção Editorial, 1987. A conheci com toda a sua contagiante inquietude em abril deste ano durante a ZIP.

Você também encontra poemas dela no site www.tanto.com.br

8 comentários sobre “Dois poemas de Thaís Guimarães

  1. Leo, tudo ok? certamente sim!
    gostei do lay out do seu blog, classudo.

    Sucesso nas suas mediações e afins! Abs, Ju

  2. Leo, é uma honra estar no Salamandro. A ZIP foi mesmo cenário de fortes conexões. Conhecer você, um presente. A emoção com “Poemacumba” ainda bate. Beijo.

  3. Oi Thais… Lembra de mim, Tania, trabalhei com voce na Imprensa Oficial de MG… Lembra entra no meu Facebook abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *