um poema de william blake

o sorriso

há um sorriso que é de amor
e há um sorriso de maldade,
e há um sorriso de sorrisos
onde os dois sorrisos têm parte.

e há uma careta que é de ódio,
e há uma careta de desdém
e há um careta de caretas
que te esforças pra esquecê-la bem,

pois ela fere o coração no cerne
e finca fundo na espinha dorsal
não um sorriso que seja inédito
mas único sorriso solitário.

e entre o berço e o túmulo
somente uma vez se sorri assim;
e uma vez havendo sorrido
todas as misérias têm seu fim.

(tradução livre leve e tosca: leo gonçalves)

9 comentários sobre “um poema de william blake

  1. Leo, amo William Blake, e se ñ fosse essas traduções, talves nunca teria acesso a ele, pois odeio ingles e tenho difilculdade em traduzi-lo.

    Obrigada pela tradução

    Abraços

  2. Estou lendo poemas do William blake, mas acho poucos traduzidos online, por isso lhe agradeço muito por postá-lo…
    Por isso já podes contar sempre com a minha presença aqui no site…
    Obrigada^^

  3. boa noite… estou inciando minhas leituras de poemas e nao entendi a mensagem que este quer passar… podem me ajudar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *